Telefones:(17) 3203-0900 - FAX: 3203-0947 – Rua Maximiano Mendes nº 55 –Vila Ercília – São José do Rio Preto - SP - CEP 15014-190

 

Interação

  .: Entre em contato

  .: Telefones

  .: E-mails

 

RollOver .:. Text
Notícias - dezembro/2014

atualizado em 19/12/2014 às 09h50

Nós, da D.E. de São José do Rio Preto, desejamos a todos Feliz Natal e um 2015 repleto de saúde, alegria e muitos aprendizados!

 

 

Maria Sílvia Zangrando Nakaoski
Dirigente Regional de Ensino
- Dezembro de 2014 -

Comunicado


quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (238) – 71


COORDENADORIA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
Portaria CGRH-4, de 16-12-2014
Altera a Portaria 3, D.O. 15-11-2014, que estabelece cronograma para a divulgação da classificação dos inscritos no o processo inicial de atribuição de
classes e aulas de 2014, para o ano letivo de 2015
O Coordenador de Gestão de Recursos Humanos expede a seguinte Portaria:
Artigo 1º - A divulgação da classificação dos inscritos estará disponível, exclusivamente no endereço http://drhunetedunet.sp.gov.br/Portalnet, na seguinte conformidade: onde se lê, leia-se:
I - Titulares de Cargo:
.........................................................;
d) 20-12-2014, divulgação da Classificação Intermediária;
d) 15-01-2015 - divulgação da Classificação Final pós- recursos;
e) 15-01-2015 - divulgação da Classificação - Artigo 22.
II - Docentes das Categorias “P”, “N”, “F”:
.........................................................;
d) 20-12-2014, divulgação da Classificação Intermediária;
e) 15-01-2015 - divulgação da classificação pós-recursos.
III - Docentes das Categorias “O”e Candidatos à contratação:
.........................................................;
d) 20-12-2014, divulgação da Classificação Intermediária;
d) 15-01-2015 - divulgação da classificação pós-recursos.
Artigo 2º - No período de 20-12-2014 a 07-01-2015 os docentes poderão interpor recurso referente e exclusivamente à Formação Curricular, pois as disciplinas deverão estar corretamente inseridas na classificação sem as quais não será possível a atribuição das aulas no processo.
Artigo 3º - As Diretorias de Ensino e as Unidades Escolares deverão verificar a classificação dos docentes de sua jurisdição no período de 20-12-2014 a 08-01-2015;
Artigo 4º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação


Readaptados – Relação de vagas disponíveis para docentes:

EE “Alzira V. Rolemberg Profª” = 02
EE “Pe Clemente M Segura” = 01
EE “José Felício Miziara Prof” = 01
EE “Maria Galante Nora Profª” = 01
EE “Maria L M. Camargo Profª” = 01
EE “Nair Santos Cunha Profª.” = 01
EE “Noêmia B. do Valle Profª.” = 01
EE “Octacílio Al. Almeida Prof” = 01
EE “Oscar de B. Serra Dória Dr” = 02
EE “Pio X” - 02
EE “Alzira Salomão” = 02
EE “Antonio Marin” = 01
EE “ Bento Ferraz” = 02
EE “ Francisco Marques Pinto” = 02
EE “ Irmãos Ismael” = 01
EE “ Joaquim Mendes Pequito = 02
EE” Pedro Elias =01

EE "Aurea de Oliveira Profª = 02

EE " Francisco Purita" = 01


Não é obrigatório o preenchimento da vaga pela escola. A critério da direção.

COMUNICADO

A Dirigente Regional de Ensino – Região São José do Rio Preto, de acordo com o disposto na Resolução SE 15, de 18 de fevereiro de 2009, alterada pela RES.70/2011; na Resolução 29 de 19 de março de 2010; na Resolução SE 03, de 28/01/2011, alterada pela Resolução SE 10, de 23-1-2012 , torna público abertura do período de credenciamento de docentes interessados em atuar nas escolas desta Diretoria na SALA OU AMBIENTE DE LEITURA para o ano de 2015.
1. - Atribuições do professor responsável pela Sala ou Ambiente de Leitura:
I – comparecer a Orientações Técnicas, atendendo a convocação ou indicação específica;
II - participar das reuniões de trabalho pedagógico coletivo (HTPCs) realizadas na escola, para promover sua própria integração e articulação com as atividades dos demais professores em sala de aula;
III – elaborar o projeto de trabalho;
IV – planejar e desenvolver com os alunos atividades vinculadas à proposta pedagógica da escola e à programação curricular;
V – orientar os alunos nos procedimentos de estudos, consultas e pesquisas;
VI – selecionar e organizar o material documental existente;
VII – coordenar, executar e supervisionar o funcionamento regular da sala, cuidando:
a) da organização e do controle patrimonial do acervo e das instalações;
b) do desenvolvimento de atividades relativas aos sistemas informatizados;
VIII - elaborar relatórios com o objetivo de promover a análise e a discussão das informações pela Equipe Pedagógica da escola;
IX – organizar, na escola, ambientes de leitura alternativos;
X - incentivar a visitação participativa dos professores da escola à sala ou ao ambiente de leitura, para utilização em atividades pedagógicas;
XI - promover e executar ações inovadoras, que incentivem a leitura e a construção de canais de acesso a universos culturais mais amplos;
XII – ter habilidade com programas e ferramentas de informática.

2. Requisitos para a inscrição, conforme a legislação acima citada:
São requisitos à seleção de docente para atuar nas salas ou ambientes de leitura:
I - ser portador de diploma de licenciatura plena;
II – possuir vínculo docente com a Secretaria de Estado da Educação em qualquer dos campos de atuação, observada a seguinte ordem de prioridade por situação funcional, sendo:
a) docente readaptado;
b) docente titular de cargo, na situação de adido, que esteja cumprindo horas de permanência na composição da Jornada Inicial ou da Jornada Reduzida de Trabalho Docente;
c) docente ocupante de função-atividade, abrangido pelas disposições da Lei Complementar 1.010/2007 e que esteja cumprindo horas de permanência.
d) O docente readaptado somente poderá ser incumbido do gerenciamento de sala ou ambiente de leitura que funcione no âmbito da própria unidade escolar, devendo, para atuar em escola diversa, solicitar e ter previamente autorizada a mudança de sua sede de exercício, nos termos da legislação pertinente.
e) Na ausência de docentes, que estejam cumprindo exclusivamente horas de permanência, poderá haver atribuição de sala ou ambiente de leitura ao ocupante de função-atividade, abrangido pelas disposições da Lei Complementar 1.010/2007, que já possua carga horária, atribuída no processo regular de atribuição de classes e aulas, desde que seja compatível com a carga horária do gerenciamento da sala/ambiente de leitura.
f) Para os docentes, a que se referem as alíneas “b” e “c” do inciso II deste artigo, inclusive o mencionado no parágrafo anterior, somente poderá haver atribuição de sala ou ambiente de leitura na comprovada inexistência de classe ou de aulas de sua habilitação/qualificação, que lhe possam ser atribuídas, em nível de unidade escolar e também de Diretoria de Ensino.
g) Ter optado por atuar em “PROJETOS” - sistema GDAE.

3. Cargas horárias que poderão ser exercidas:
O professor selecionado e indicado para atuar na sala ou ambiente de leitura exercerá suas atribuições com uma das seguintes cargas horárias:
I - 40 horas semanais, sendo:
a) 33 horas em atividades com alunos;
b) 7 horas de trabalho pedagógico, das quais 3 horas cumpridas na escola, em atividades coletivas, e 4 horas em local de livre escolha do docente;
II - 24 horas semanais, sendo:
a) 20 horas em atividades com alunos;
b) 4 horas de trabalho pedagógico, das quais 2 horas cumpridas na escola, em atividades coletivas, e 2 horas em local de livre escolha do docente.
§ 1º - Tratando-se de readaptado, o docente cumprirá a carga horária fixada em sua Apostila de Readaptação, que não poderá ser inferior a 24 horas semanais, incluídas as correspondentes horas de trabalho pedagógico (HTPCs e HTPLs) a que faz jus.

4. Local e período de Credenciamento:

4.1 Local: a ficha de credenciamento deverá ser preenchida e entregue na unidade escolar onde o candidato possui sede de classificação ou controle de frequência. Após o período de credenciamento serão enviadas à Diretoria de Ensino para avaliação e classificação.

4.2 Período: Credenciamento e entrega do projeto: 07 de novembro até 21 de novembro de 2014

5 - Seleção dos candidatos inscritos:
Para fins de seleção será considerado:
Entrevista com o candidato, pelo Diretor da Unidade juntamente com o Supervisor de Ensino responsável pela unidade e pelo Supervisor de Ensino responsável pelo projeto.
A entrevista será agendada posteriormente com comunicado a todos candidatos inscritos.

6 - Disposições Finais

- O candidato que deixar de comprovar alguma das exigências do presente Edital terá sua inscrição indeferida;
- Ao final do ano letivo, poderão ser reconduzidos os docentes que atuaram nas salas ou ambientes de leitura, desde que avaliados positivamente;
- Em relação ao docente adido e categoria F, somente poderá haver recondução, de docentes avaliados positivamente e se não houver aulas da disciplina, constatada após o término do processo inicial de atribuição de aulas de 2015.
- O professor responsável pela sala ou ambiente de leitura não poderá ser substituído e perderá as horas correspondentes ao gerenciamento, em qualquer das seguintes situações:
I – a seu pedido, mediante solicitação expressa;
II – a critério da administração, em decorrência de:
a) não corresponder às expectativas de bom desempenho, em especial em termos de assiduidade e compromisso;
b) entrar em afastamento, a qualquer título, por período superior a 15 dias, exceto em situação de férias.
- Na hipótese de o professor não corresponder às atribuições da sala ou ambiente de leitura, a perda das horas de gerenciamento será decidida conjuntamente pela direção da unidade escolar e pelo supervisor de ensino da escola, devendo ser justificada e registrada em ata.
- O docente que perder a sala ou o ambiente de leitura, em qualquer das situações previstas neste artigo, somente poderá concorrer à nova atribuição no ano letivo subsequente.
- Exclui-se da restrição prevista no parágrafo anterior, a docente cuja perda da sala ou do ambiente de leitura tenha ocorrido em virtude de concessão de licença à gestante.

- Aqueles que fizeram credenciamento em 2014, na DE ou nas UEs, para serem responsáveis pela Sala de Leitura deverão fazer novo credenciamento nos termos deste Edital;
- Aplicam-se aos docentes em exercício nas salas ou ambientes de leitura as disposições da legislação referente ao processo anual de atribuição de classes e aulas, bem como as de regulamentação dos projetos da Pasta.

- O ato de inscrição implicará na aceitação, por parte do candidato, de todas as disposições do presente edital;

- Será nulo o credenciamento de docente que não for devidamente classificado pela Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos da SEE para ministrar aulas no ano letivo de 2015;

- Os casos omissos ao disposto no presente edital serão analisados pela equipe de atribuição da Diretoria de Ensino;
- Novas orientações publicadas pelas Coordenadorias da SEE poderão determinar alterações no presente comunicado.


FICHA / CREDENCIAMENTO PARA ATUAR NO PROJETO SALA DE LEITURA.
NOME: _______________________________RG:_______________
U.E DE CLASSIF/SEDE CONTROLE DE FREQUÊNCIA:______________
LICENCIATURA PLENA EM: _______ TEL. P/ CONTATO: ___________
CATEGORIA:TITULAR DE CARGO: ADIDO ( ) READAPTADO( )
OFA: ( )READAPTADO ( ) OFA C/ HORAS DE PERMANÊNCIA
Desejo atuar na sala de leitura porque_______________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________________


Comunicado
A Dirigente Regional de Ensino – Região de São José do Rio Preto torna público abertura do período de credenciamento de docentes interessados em atuar no ano de 2015, nas escolas desta Diretoria, como PROFESSOR MEDIADOR, nos termos da Resolução SE-07 de 19/01/2012, com dispositivos alterados pela Resolução 54 de 05 de agosto de 2013 e da Instrução Conjunta CGEB/CGRH,de 03/02/2012.
1 – DO CREDENCIAMENTO:
Local e período de Credenciamento:
Local: a ficha de credenciamento(ANEXO I – deste edital) deverá ser preenchida e entregue na unidade escolar onde o candidato possui sede de classificação ou controle de frequência juntamente com o projeto de trabalho. Após o período de credenciamento serão enviadas à Diretoria de Ensino para avaliação e classificação.
Período: Credenciamento e entrega do projeto: 07 de novembro até 21 de novembro de 2014
2 - DOS REQUISITOS PARA A INSCRIÇÃO:
2.1 - estar inscrito para o processo regular de atribuição de aulas 2015 e ter optado para atuar no projeto – sistema GDAE;
2.2 - apresentar carta de motivação com exposição sucinta das razões pelas quais opta por exercer as funções de Professor Mediador Escolar e Comunitário, considerando as atribuições elencadas na Resolução SE 7 de 19-01-2012;
2.3 - apresentar, caso possua, certificados de cursos ou comprovação de prévia participação em ações ou projetos relacionados aos temas afetos à Proteção Escolar, tais como mediação de conflitos, Justiça Restaurativa, bullying, articulação comunitária, entre outros.
2.4 - pertencer a uma das seguintes situações funcionais:
I - titular de cargo docente da disciplina de Psicologia, que se encontre na condição de adido, classificado na própria escola, sem descaracterizar essa condição;
II - titular de cargo docente da disciplina de Psicologia, que se encontre na condição de adido, classificado em outra unidade escolar da mesma Diretoria de Ensino, sem descaracterizar essa situação;
III - titular de cargo docente de qualquer disciplina, que se encontre na condição de adido, classificado na própria escola, sem descaracterizar essa condição;
IV - titular de cargo docente de qualquer disciplina, que se encontre na condição de adido, classificado em outra unidade escolar da mesma Diretoria de Ensino, sem descaracterizar essa condição;
V - docente readaptado, da própria escola, com perfil adequado à natureza das atribuições de Professor Mediador Escolar e Comunitário, portador de histórico de bom relacionamento com alunos e com a comunidade, e desde que respeitado o rol de atribuições estabelecido pela Comissão de Assuntos de Assistência à Saúde – CAAS. O docente readaptado deverá cumprir a carga horária que já possui;
VI - docente ocupante de função-atividade abrangido pelo disposto no § 2º do artigo 2º da Lei Complementar nº 1.010, de 1º de junho de 2007 (categoria F), e que se encontre na situação prevista no inciso II do artigo 1º das Disposições Transitórias da Lei Complementar 1.093, de 16/7/2009
a) da própria escola;
b) de outra unidade escolar, da mesma Diretoria de Ensino.
3 – DA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA O CREDENCIAMENTO:
Deverão ser entregues no momento do credenciamento:
1) comprovante de inscrição para o processo de atribuição de classe/aulas 2015, com a respectiva pontuação.
2) Apresentar, caso possua, certificados de cursos ou comprovação de prévia participação em ações ou projetos relacionados aos temas afetos à Proteção Escolar, tais como mediação de conflitos, Justiça Restaurativa, bullying, articulação comunitária, entre outros (original e cópia reprográfica); .
3) Carta de motivação em que apresente exposição sucinta das razões pelas quais opta por exercer as funções de Professor Mediador Escolar e Comunitário, considerando as atribuições relacionadas nos incisos I a VI do artigo 7º da Resolução SE nº 19, de 12-02-2010; com a redação dada pelo artigo 10 da Resolução SE 07,de 19/01/2012; a saber:
I - adotar práticas de mediação de conflitos no ambiente escolar e apoiar o desenvolvimento de ações e programas de Justiça Restaurativa;
II - orientar os pais dos alunos, ou responsáveis, sobre o papel da família no processo educativo;
III - analisar os fatores de vulnerabilidade e de risco a que possam estar expostos os alunos;
IV - orientar a família, ou responsáveis, quanto à procura de serviços de proteção social;
V - identificar e sugerir atividades pedagógicas complementares, a serem realizadas pelos alunos fora do período letivo;
VI - orientar e apoiar os alunos na prática de seus estudos. (NR)

Para fins de seleção será considerado:
Entrevista com o candidato, pelo Diretor da Unidade juntamente com o Supervisor de Ensino responsável pela unidade e pelos Supervisores de Ensino responsáveis pelo projeto.
A entrevista será agendada posteriormente com comunicado a todos candidatos inscritos.

Os responsáveis pela Gestão Regional do Sistema de Proteção Escolar na Diretoria de Ensino, acompanhados pela Comissão de Atribuição de Classes e Aulas, analisarão os documentos indicados e o resultado de entrevista conforme estipulado neste Edital para classificação dos candidatos.

COMUNICADO
A Dirigente Regional de Ensino da Diretoria de Ensino – Região São José do Rio Preto, nos termos do artigo 6º da Portaria DRHU – 55, de 15/08/2011, Resolução SE 77/2010, alterada pela Resolução SE 02/2011, no artigo 4º da Portaria DHRU 06/2011, alterada pela Portaria DHRU 09/2011, nos termos da Resolução 109/2003, da Resolução SE 06/2011 com dispositivos alterados pela Resolução SE nº 24, de 20-4-2011, torna público a abertura do período de credenciamento de docentes interessados em atuar no ano de 2015, na Unidade da FUNDAÇÃO CASA (Centro de Atendimento Sócio- Educativo ao Adolescente), jurisdicionada a esta Diretoria de Ensino.
1 – PERFIL DO DOCENTE
Devido às características peculiares do atendimento da Fundação CASA, o docente que se inscrever para atuar neste Projeto deverá ter o seguinte perfil:
1.1) que tenha conhecimento da especificidade do trabalho pedagógico a ser desenvolvido na Unidade da Fundação Casa com os adolescentes em cumprimento de medidas sócio educativas;
1.2) que tenha disponibilidade e interesse para participar de programas de formação oferecidos pela SEE e órgãos conveniados, socializando e aplicando os novos conhecimentos adquiridos;
1.3) que utilize metodologias de trabalho que atendam a proposta curricular, enfatizando Projetos de Trabalho que favoreçam a reflexão, posturas solidárias, troca de experiências de aprendizagem, buscando alternativas adequadas às necessidades de aprendizagem;
1.4) que tenha facilidade em desenvolver trabalho em equipe, participando das ATPCs, Conselhos de Classe/Série e outras reuniões para as quais for convocado;
1.5) que estabeleça relações interpessoais fundamentais no respeito à Instituição e ao grupo docente/discente, favorecendo um vínculo de pertencimento entre os vários atores participantes do processo;
1.6) manter atualizados os documentos escolares de sua competência;
1.7) que seja frequente às aulas de trabalho pedagógicos coletivos (ATPCs);
1.8) submeter-se à avaliação periódica da Instituição;
1.9) estimular a autoestima dos adolescentes;
1.10) ser assíduo e pontual.
2– DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O CREDENCIAMENTO
No ato do credenciamento o docente deverá apresentar os seguintes documentos:
2.1) Comprovante de inscrição para o processo de atribuição de classe/aulas no ano letivo de 2015 com a respectiva pontuação e ter optado para atuar no projeto – sistema GDAE;
2.2) Certificado de participação em cursos de capacitação homologados pela SEE,
com carga horária mínima de 30h, realizado nos últimos três anos (se possuir);
2.3) Declaração do Diretor de Escola Vinculadora de unidade da Fundação CASA,
constando o tempo, em dias, de atuação como docente em unidades da Fundação CASA.
3 – DO PERÍODO, DO LOCAL E DAS CONDIÇÕES PARA O CREDENCIAMENTO:
07 a 21 de novembro de 2014, das 9h às 12h e das 13h às 16h.
Local: EE Waldomiro Naffah Dr – escola vinculadora da Fundação Casa
Rua Antonio Marmo, 3747, - Vila União – São José do Rio Preto.
4 – DA CLASSIFICAÇÃO E DA ATRIBUIÇÃO DE CLASSES E AULAS:
O Candidato passará por uma entrevista, de caráter eliminatório. Nesta entrevista será analisado o uso da linguagem, postura ética e clareza na exposição dos motivos de sua opção por ministrar aulas na Fundação CASA. A entrevista é eliminatória e será agendada por telefone.
5 – DA ATRIBUIÇÃO
As atribuições de aulas ocorrerão em data a ser divulgada no site da Diretoria de Ensino http://desjriopreto.edunet.sp.gov.br
6 – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
1) O candidato que deixar de comprovar alguma das exigências do presente edital terá sua inscrição indeferida.
2) No decorrer do ano letivo, o docente que por qualquer motivo, deixar de corresponder às expectativas do desenvolvimento das atividades da Fundação CASA, cujas aulas lhe tenham sido atribuídas, perderá, a qualquer tempo, estas aulas, por decisão da equipe gestora, ouvido o Supervisor de Ensino da Diretoria de São José do Rio Preto responsável pelo projeto.
3) Será nulo o credenciamento de docente que não for devidamente classificado pela Coordenadoria Gestão de Recursos Humanos da SEE para ministrar aulas no ano letivo de 2015.
4) Novas orientações publicadas pelas Coordenadorias da SEE poderão determinar alterações no presente edital.

Comunicado
A Dirigente Regional de Ensino, nos termos da Resolução SE nº 2, de 18-01-2013, torna público o EDITAL de credenciamento, condições de classificação e procedimentos a atribuição de aulas aos docentes interessados em atuar, no ano de 2015, nas OFICINAS CURRICULARES DE ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL.
1- DAS INSCRIÇÕES:
As inscrições deverão ser realizadas, nas escolas abaixo relacionadas, no período de 07 a 21 de novembro de 2014, das 8h às 12h e das 13h30 às 16h na EE PROF. Alberto José Ismael – Ensino Fundamental - Ciclo I
Av. Dr José H. Duarte,339 – Quinta das Paineiras – São José do Rio Preto - SP
2-DAS CONDIÇÕES:
Poderão se inscrever docentes Titulares de Cargo; OFA – categoria “F” e/ou candidato à contratação, devidamente inscritos e classificados para o processo regular de atribuição de classes/aulas no ano letivo de 2014, na seguinte conformidade:
2.1)Docentes Titulares de cargo para carga suplementar de trabalho.
2.2)Docentes Ocupantes de Função Atividade – Categorias F e docentes categoria O
2.3)Candidatos à contratação.
3-DA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA A INSCRIÇÃO:
No ato da inscrição o docente deverá apresentar:
3.1. Comprovação de estar inscrito no processo de atribuição de aulas na Diretoria de Ensino São José do Rio Preto e ter optado para atuar no projeto – sistema GDAE;
3.2 “Curriculum Vitae” em que constem as ações de capacitação vivenciadas e/ou experiências anteriores bem sucedidas.
4 – DAS HABILITAÇÕES DOCENTES:
Na atribuição das aulas das Oficinas Curriculares da Escola de Tempo Integral, serão observadas as habilitações/qualificações docentes correspondentes ao campo de atuação de direito.
5 – DA SELEÇÃO
Constituem-se em componentes do processo de seleção, além das habilitações/qualificações exigidas, os seguintes aspectos:
5.1)Perfil profissional.
5.2)Currículo do candidato.
5.3)Entrevista individual.
A equipe gestora da escola, assistida pelo respectivo Supervisor de Ensino, analisará o atendimento integral do perfil do profissional exigido pelas características e especificidades da(s) oficina(s) curricular (es) a ser(em) atribuída(s); o currículo do candidato, avaliando as ações de capacitação vivenciadas; o histórico das experiências bem sucedidas; e os resultados da entrevista individual.
6 - PERFIL DO DOCENTE
Espera-se do docente que irá atuar nas oficinas curriculares da Escola de Tempo Integral o seguinte perfil:
6.1) Que tenha conhecimento da especificidade do trabalho pedagógico a ser desenvolvido na oficina curricular e na Escola de Tempo Integral como um todo.
6.2) Que tenha disponibilidade para participar de programas de capacitação oferecidos pela SEE e órgãos conveniados, socializando e aplicando os novos conhecimentos adquiridos.
6.3) Que utilize metodologias de trabalho que, respeitando a proposta pedagógica da escola, promova a inclusão, a solidariedade, a troca de experiências, a aprendizagem e contribua para a educação integral dos alunos.
6.4) Que tenha facilidade em desenvolver trabalho em equipe.
6.5) Que seja capaz de articular o trabalho da oficina curricular com as demais áreas do currículo.
6.6) Que participe dos Conselhos de Classe, zelando pelos documentos escolares de sua competência.
6.7) Que seja frequente às horas de trabalho pedagógicos coletivos (ATPCs), promovidos pela escola.
6.8) Que seja assíduo e pontual.

7 - ENTREVISTA INDIVIDUAL
Por ocasião da entrega dos documentos constantes relacionados no inciso III, itens 1 e 2 deste edital, haverá entrevista individual com o candidato.
São critérios para a avaliação da entrevista:
7.1)Clareza na exposição.
7.2)Postura profissional.
As entrevistas serão realizadas no dia e horário a ser agendado pela equipe gestora da Unidade Escolar.
8 – DA CLASSIFICAÇÃO
Serão considerados
1. Avaliação do currículo
2. Entrevista individual
3. Tempo de Serviço no Magistério Público do Estado de São Paulo
9-DA DIVULGAÇÃO
A Escola de Tempo Integral ficará responsável pela divulgação da relação dos professores selecionados, através de listas de classificação, por oficina curricular que serão afixadas na própria escola a fim de procederem à atribuição das aulas no processo inicial de atribuição e posteriormente a atribuição durante o ano, quando necessária.
Havendo, por motivos de interesse da administração pública, o encerramento do Projeto Escola de Tempo Integral, na unidade escolar mencionada neste edital, este credenciamento será anulado.
10 – DA ATRIBUIÇÃO
As atribuições das Oficinas Curriculares das Escolas de Tempo integral acontecerão na própria unidade escolar.
11– DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
11.1)O candidato que deixar de comprovar alguma das exigências do presente edital terá sua inscrição indeferida.
11.2)No decorrer do ano letivo, o docente que por qualquer motivo, deixar de corresponder às expectativas do desenvolvimento das atividades da oficina curricular, cujas aulas lhe tenham sido atribuídas, perderá, a qualquer tempo, estas aulas, por decisão da equipe gestora, ouvido o Supervisor de Ensino da escola.
11.3)Ao docente que se encontre com aulas da Oficina Curricular da Escola de Tempo Integral atribuídas, as quais comportam substituição docente, por qualquer período, são assegurados os mesmos benefícios/vantagens a que fazem jus os seus pares docentes no ensino regular, observadas as normas legais pertinentes, exceto a possibilidade de afastamento das referidas aulas para exercer qualquer outro tipo de atividade ou prestação de serviços.
11.4)Ao docente que se encontre com aulas da Oficina Curricular da Escola de Tempo Integral atribuídas aplicam-se as disposições da legislação específica do processo de atribuição de classes, turmas, aulas de projetos da Pasta e modalidades de ensino, bem como as da legislação referente ao processo regular de atribuição de classes e aulas.
11.5)O ato de inscrição implicará na aceitação, por parte do candidato, de todas as disposições do presente edital.
11.6)Será nulo o credenciamento de docente que não for devidamente classificado pelo Coordenadoria Gestão de Recursos Humanos da SEE para ministrar aulas no ano letivo de 2014.
11.7)os casos omissos ao disposto no presente edital serão analisados pela equipe gestora da escola assistida pelo supervisor de ensino.
11.8) Novas orientações publicadas pelas Coordenadorias da SEE poderão determinar alterações no presente edital.


COMUNICADO

A Dirigente Regional de Ensino, nos termos da Resolução Conjunta SE/SAP 1, de 16-1-2013, torna público o EDITAL de realização de credenciamento para docentes interessados em atuar no Programa de Educação nas Prisões – PEP, na modalidade Educação de Jovens e Adultos – EJA – nos estabelecimentos penais vinculados à escola desta Diretoria de Ensino de São José do Rio Preto.
1– PERFIL DO DOCENTE
O docente que optar em atuar no programa deve apresentar os seguintes requisitos:
- conhecer a especificidade do trabalho pedagógico a ser desenvolvido com jovens e adultos em situação de privação de liberdade nos estabelecimentos penais;
– saber utilizar a metodologia selecionada para o projeto pedagógico, promovendo continuadamente a autoestima do aluno, com vistas a estimulá-lo à reflexão, à solidariedade e à troca de experiências;
- ser assíduo e pontual e ter disponibilidade para participar de trabalho em equipe, dos conselhos de classe/anos, das aulas de trabalho pedagógico realizado pela escola vinculadora (ATPCs) e de programas de capacitação e de formação continuada, oferecidos pela Secretaria da Educação e/ou por entidades conveniadas;
- conhecer as Diretrizes Curriculares Nacionais de Educação de Jovens e Adultos;
- possuir conhecimentos básicos de tecnologia de informação e comunicação.
2 – DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O CREDENCIAMENTO
No ato do credenciamento o docente deverá apresentar os seguintes documentos:
2.1 Comprovante de inscrição para o processo de atribuição de classe/aulas no ano
letivo de 2015 com a respectiva pontuação e ter optado para atuar no projeto – sistema GDAE.
– DO PERÍODO, DO LOCAL E DAS CONDIÇÕES PARA O CREDENCIAMENTO:
Período: 07 a 21 de novembro de 2014, das 9h às 12h e das 13h às 16h.
Local: EE Oscar Salgado Bueno
Rua Orozimbo M de Abreu, s/n – Vila Diniz – São José do Rio Preto.
– DA CLASSIFICAÇÃO E DA ATRIBUIÇÃO DE CLASSES E AULAS:
a) Da Classificação:
A classificação observará a pontuação obtida pelo docente no processo de atribuição de classe/aulas do ano letivo de 2015 publicado pela SEE.

b) Da Atribuição
As aulas das matrizes curriculares do Programa Educação nas Prisões – PEP serão atribuídas por áreas de conhecimento, pelo diretor de escola da unidade escolar vinculadora, a docentes e a candidatos à docência, observada a seguinte ordem de prioridade:
I - docente ocupante de função-atividade, abrangido pelo disposto no § 2º, do artigo 2º, da Lei Complementar 1.010/2007, que se encontre sem aulas atribuídas, cumprindo apenas horas de permanência em uma unidade escolar,
II - candidato à docência classificado no processo seletivo, previsto pela Lei Complementar 1.093/2009;
III - candidato à docência que não tenha participado do processo seletivo, previsto pela Lei Complementar 1.093/2009;
À exceção de Educação Física, cujo professor deverá ser portador de diploma de licenciatura plena específica nessa disciplina, em observância à Lei estadual 11.361, de 17.3.2003, as demais aulas deverão ser atribuídas por área de conhecimento, preferencialmente ao professor portador de diploma de licenciatura plena em:
I - Letras, para as áreas de Linguagens, no ensino fundamental, e de Linguagens e Códigos, no ensino médio, que ficará responsável pela docência dos demais conteúdos dessas áreas, exceto de Educação Física;
II - Matemática, para a área de Matemática;
III – Ciências Físicas e Biológicas, para a área de Ciências da Natureza no ensino fundamental, e em Física ou em Química, para a área de Ciências da Natureza no ensino médio; e
IV - História ou em Geografia, para a área de Ciências Humanas no ensino fundamental, e em História, exclusivamente, para a área de Ciências Humanas no ensino médio ou no ensino fundamental, se esta área incluir o Ensino Religioso.
A atribuição de aulas ocorrerá em data a ser divulgada no site da Diretoria de Ensino http://desjriopreto.edunet.sp.gov.br
5 – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
5.1) O candidato que deixar de comprovar alguma das exigências do presente edital terá sua inscrição indeferida.
5.2) Novas orientações publicadas pelas Coordenadorias Gerais da SEE poderão determinar alterações no presente edital.


EDITAL – CENTRO DE ESTUDOS DE LÍNGUAS – CEL - 2015


A Dirigente Regional de Ensino da Diretoria de Ensino da Região São José do Rio Preto, em atendimento às disposições da Resolução SE 3, de 28-01-2011, Resolução SE-75/2013, Resolução SE 44/2014 e Portaria CGRH 01 de 05/09/2014 republicada em 02/10/2014, torna pública a abertura de inscrições para o processo de credenciamento de docentes interessados em atuar nos Centros de Estudos de Línguas jurisdicionados a esta Diretoria de Ensino, na seguinte conformidade:

I – Dos idiomas
1) Francês
2) Espanhol
4) Italiano
5) Inglês

II – Da inscrição:
1) Datas, horários e locais:
Dias: 04/11/2014 a 25/11/2014
Horário: 8h30min às 12h e 13h30min às 17 horas
Locais: E. E. Monsenhor Gonçalves - Rua Presciliano Pinto, 940, Boa Vista, Fone: (17) 3235-2435; e,
E. E. Francisco Marques Pinto - Rua Paulo de Araujo, 153, Centro, Fone: (17) 3262-1088 / 3261-2616.

2) Requisitos:
a) ser portador de Licenciatura Plena em Letras, com habilitação na língua estrangeira pretendida; ou,
b) ser portador de Licenciatura Plena em qualquer componente curricular ou, nesta ordem sequencial, de Diploma de Curso Superior, do qual constem 160 (cento e sessenta) horas de estudos de uma das disciplinas da base nacional comum, com certificado de conclusão de curso específico de, no mínimo, 360 (trezentos e sessenta) horas no idioma pretendido, em que comprove as competências e as habilidades de leitura, escrita, conversação, fluência e entendimento exigidos no idioma a ser ministrado; ou,
c) aluno do curso de Licenciatura Plena em Letras, preferencialmente do último ano, com habilitação na língua estrangeira objeto da docência, ou
d) portador de Diploma de Curso de Nível Superior com comprovação de exame de proficiência linguística no idioma a ser ministrado.
e) estar devidamente inscrito para o processo de atribuição de aulas e também inscritos especialmente para este projeto em 2015, na Diretoria de Ensino - Região de São José do Rio Preto.
e) estar devidamente classificado no processo de atribuição de aulas na Diretoria de Ensino - Região de São José do Rio Preto.

3) Documentação:
No ato da inscrição para credenciamento o interessado deverá apresentar a documentação abaixo em envelope devidamente identificado com nome e RG:
a) Requerimento de inscrição devidamente preenchido pelo candidato – Disponível logo abaixo do Edital;
b) RG (cópia acompanhada do original);
c) CPF (cópia acompanhada do original);
d) diploma do curso de Licenciatura Plena em Letras, ou Certificado de conclusão do referido curso com habilitação na língua estrangeira pretendida e respectivo Histórico Escolar (cópias acompanhadas dos originais) ou
e) diploma de outras Licenciaturas ou Diploma de Curso Superior em outra área acompanhado do respectivo Histórico Escolar e Certificado de curso específico no idioma pretendido, comprovando as competências e as habilidades de leitura, escrita, conversação e entendimento oral exigidos no idioma a ser ministrado (cópias acompanhadas dos originais) ou
f) atestado/declaração de matrícula, em 2014, no último ano do curso de Licenciatura Plena em Letras, com habilitação na língua estrangeira objeto da docência, expedido pela instituição de ensino superior que estiver oferecendo o curso (original);
g) Diploma de Curso de Nível Superior acompanhado do respectivo Histórico Escolar e comprovante de exame de proficiência linguística no idioma pretendido;
h) declaração atualizada de tempo de serviço, em dias, exercido em Centro de Estudos de Línguas da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo (anexo A);
i) declaração atualizada de tempo de serviço, em dias, exercido no Magistério Público da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo ou em outra esfera pública, no campo de atuação referente às aulas a serem atribuídas (anexo B);
j) declaração atualizada de tempo de serviço, em dias efetivamente trabalhados, exercido na docência do idioma objeto de inscrição em instituição privada, desde que de renomada competência (anexo C);
k) declaração atualizada de assiduidade no Magistério Público Oficial da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, referente ao período de 01/07/2012 a 30/06/2014, fornecida pelo diretor da escola (anexo B);
l) certificado de curso presencial de língua estrangeira e/ou extensão cultural, com carga mínima de 30 (trinta) horas, comprovadamente realizado nos últimos 4 anos (data base 30/10/2014), em país estrangeiro ou no Brasil, por instituições de reconhecida competência (cópia acompanhada do original);
m) comprovante de participação em orientação técnica promovida pela SEE, nos últimos 4 anos (data base 30/10/2014), em parceria com instituições de renomada competência (cópia acompanhada do original);
m) comprovante de proficiência no idioma em que se inscreve, último nível ou grau, através de exame realizado por instituição de renomada competência (cópia acompanhada do original);
n) diploma de mestre ou título de doutor na língua estrangeira objeto da docência (cópia acompanhada do original);
o) comprovante de inscrição para o processo de atribuição de aulas em 2015 na Diretoria de Ensino da Região de São José do Rio Preto (cópia acompanhada do original).

II – Da pontuação
a)Quanto ao tempo de serviço:
1) tempo de serviço exercido em Centro de Estudos de Línguas da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, contados até a data base de 30/06/2014: 0,005 por dia (ANEXO A);
2) tempo de serviço exercido no Magistério Público da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo no campo de atuação referente a aulas do ensino fundamental e/ou médio, contados até a data base de 30/06/2014: 0,001 por dia (ANEXO B);
3) tempo de serviço exercido no Magistério do ensino fundamental e/ou médio de qualquer esfera pública, contados até a data base de 30/06/2014: 0,001 por dia (ANEXO B);
4) tempo de serviço na docência do idioma em que se inscreve, exercido em instituição privada, desde que de renomada competência, contados em dias efetivamente trabalhados até a data base de 30/06/2014: 0,002 por dia (ANEXO C);

b) Quanto aos títulos específicos para o idioma pretendido:
1) curso de língua estrangeira e/ou extensão cultural, com carga mínima de 30 (trinta) horas, comprovadamente realizado nos últimos 4 anos (data base 30/10/2014), no Brasil ou no exterior, por instituições de reconhecida competência: 1 (um) ponto por curso até o máximo de 3 (três) pontos;
2) orientação técnica promovida pela CGEB, nos últimos 4 anos (data base 30/10/2014), em parceria com instituições de renomada competência: 1 (um) ponto por curso até o máximo de 5 (cinco) pontos;
3) certificado de exame de proficiência, último nível ou grau, no idioma em que se inscreve, através de documento expedido por instituição de renomada competência 3 (três) pontos:
4) diploma de mestre ou título de doutor na língua estrangeira objeto da docência:5 (cinco) ou 10 (dez) pontos, respectivamente, (não cumulativos);
5) assiduidade no Magistério Público Oficial da Secretaria de Estado da Educação, no período de 01/07/2012 a 30/06/2014, com comprovada atuação de, no mínimo, 300 (trezentos) dias de exercício:
a) sem registro de qualquer ausência no referido período: 5 (cinco) pontos;
b) com registro de até 03 abonos de falta: 3(três) pontos;
c) com registro de 04 até 06 abonos de falta: 2(dois) pontos;
d) com registro de qualquer número de falta justificada, injustificada, Médica, licença ou afastamento a qualquer título ou quantidade inferior a 300 (trezentos) dias de exercício no referido período: zero ponto.

III – Da classificação

1) Os candidatos inscritos serão classificados em ordem decrescente, de acordo com o total da pontuação obtida, respeitando-se a ordem de prioridade quanto à habilitação/qualificação e situação funcional, conforme o disposto na legislação pertinente à atribuição de aulas em vigor.
2) A classificação dos docentes para atuar nos Centros de Estudos de Línguas jurisdicionados será publicada por esta Diretoria de Ensino, após a publicação da classificação para ministrar aulas no ano letivo de 2015 pela Coordenadoria Geral de Recursos Humanos (CGRH) da SEE.
IV – Das disposições finais

1) Os documentos exigidos neste Edital deverão ser apresentados no ato da inscrição, posteriormente não será realizada juntada de documentação.
2) O ato de Inscrição no Processo de Credenciamento implica na aceitação, por parte do candidato, de todas as disposições constantes no presente Edital e conhecimento da legislação específica.
4) O Resultado do Credenciamento de Docentes para atuar junto ao Centro de Estudos de Línguas jurisdicionados a esta Diretoria de Ensino será divulgado em 03/12/2014. Eventuais recursos deverão ser devidamente instruídos e protocolizados no NAP – Protocolo da Diretoria de Ensino da Região de São José do Rio Preto no dia 04/12/2014 das 8 às 18 horas. O Resultado final do credenciamento será publicado no dia 06/12/2014 no endereço eletrônico http://desjriopreto.edunet.sp.gov.br/
5) A atribuição de aulas será realizada conforme cronograma a ser divulgado pela SEE/SP em data a ser oportunamente divulgada.
6) Os casos omissos serão resolvidos por uma comissão composta pelos Supervisores de Ensino, Diretores de Escola e Professores Coordenadores responsáveis pelos Centros de Estudos de Línguas jurisdicionados a esta Diretoria de Ensino.

EDITAL DE CREDENCIAMENTO - 2015

O prazo para as inscrições do Processo de Credenciamento – Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio foi estendido: até 04/11.

EDITAL DE CREDENCIAMENTO - 2015

O Dirigente Regional de Ensino da Região de São José do Rio Preto comunica a abertura do período de inscrições para atuação em Regimede Dedicação Plena e Integral - RDPI das escolas estaduais do Programa Ensino Integral jurisdicionadas à Diretoria de Ensino – Regiãode São José do Rio Preto.

Esse credenciamento tem o objetivo de preencher as vagas potencialmente existentes e composição de cadastro reserva para o ano letivo de 2015, tendo em vista o disposto na Lei Complementar 1.164, de 04/01/2012, alterada pela Lei Complementar 1.191, de 28/12/2012, bem como o Decreto 59.354, de 15/07/2013 e a Resolução SE 58, de 17/10/2014.

1) REGIME DE DEDICAÇÃO PLENA E INTEGRAL (RDPI): no Programa Ensino Integral os educadores atuam em regime de dedicação exclusiva à escola por 40 horas semanais, cumpridas na unidade escolar em sua totalidade. Durante o horário de funcionamento do Programa, o educador está impedido de exercer qualquer outra atividade remunerada, pública ou privada.
Pelas atribuições adicionais pertinentes às especificidades do Programa os educadores em Regime de Dedicação Plena e Integral recebem 75% de gratificação sobre o salário-base (Gratificação de Dedicação Plena e Integral - GDPI).
Essas atribuições envolvem as disciplinas da parte diversificada, as ações de planejamento estratégico, numa gestão voltada a resultados, a tutoria aos alunos para apoio a seu Projeto de Vida, e a substituição de ausências entre os pares.

2) DOS CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE para atuação em Regime de Dedicação Plena e Integral

2.1. Situação funcional:
? Titular de cargo de Diretor;
? Titular de cargo de professor (PEB I, PEB II);
? Ocupante de função-atividade (OFA) amparado pelo disposto no § 2º do artigo 2º da Lei Complementar nº 1.010, de 1º de junho de 2007, e nos termos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
? Professor em situação de readaptação: pode atuar apenas em Sala/Ambiente de Leitura, desde que o rol de atividades previstos pelo CAAS seja compatível com as atribuições previstas para a função no Programa Ensino Integral.

2.2. Formação: Licenciatura plena

2.3. Experiência na rede pública estadual: no mínimo 3 anos de efetivo exercício.

2.4. Adesão voluntária ao Regime de Dedicação Plena e Integral

3) DOS REQUISITOS PARA A FUNÇÃO GESTORA: o docente, observada a ELEGIBILIDADE, poderá se inscrever no Programa Ensino Integral para exercer funções gestoras, desde que comprove:

3.1. Diretor de Escola: ser titular de cargo efetivo, portador de diploma, devidamente registrado, de licenciatura plena em Pedagogia e/ou diploma de Mestrado ou de Doutorado, na área de Educação/Gestão Escolar, e possuir 8 (oito) anos de experiência no magistério;
3.2. Vice-Diretor de Escola: ser portador de diploma, devidamente registrado, de licenciatura plena em Pedagogia e/ou diploma de Mestrado ou de Doutorado, na área de Educação/Gestão Escolar, e possuir 5 (cinco) anos de experiência no magistério;

4) ETAPAS DO PROCESSO DE CREDENCIAMENTO

4.1. Inscrição: etapa em que o candidato se inscreve no programa, fornece informações sobre experiência e formação, bem como responde a uma pré-avaliação baseada em questões sobre o Programa Ensino Integral.
A condição de elegibilidade será consultada no momento da inscrição e o candidato ficará impedido de continuar caso não atenda os critérios, conforme informações contidas no cadastro funcional.
? Período: 27/10/2014 a 02/11/2014 - O prazo para as inscrições do Processo de Credenciamento – Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio foi estendido: até 04/11.
? Local: Secretaria Escolar Digital (https://sed.educacao.sp.gov.br) | Sistema de Credenciamento do Programa Ensino Integral

4.2. Entrevistas: etapa presencial em que será avaliado o perfil do profissional para atuação no modelo pedagógico das Escolas Estaduais do Programa Ensino Integral, mediante avaliação por competência.
? Período: 05/11/2014 a 20/11/2014
O agendamento será realizado pela Diretoria de Ensino que, via telefone e/ou e-mail do candidato, conforme registros em cadastro funcional, irá considerar a pré-classificação dos profissionais mediante respostas aos questionários da pré-avaliação durante a inscrição.
A Diretoria de Ensino poderá interromper o chamamento para as entrevistas caso tenha completado o número mínimo de candidatos avaliados, conforme define Resolução SE 58/2014.

4.3. Classificação dos candidatos: o processo seletivo de credenciamento será classificatório e deverá considerar:
I – o comprometimento do profissional com a respectiva atuação no magistério da rede estadual de ensino, avaliado mediante análise de seu histórico de assiduidade, relativo aos 3 (três) últimos anos letivos;
II – o perfil do profissional de acordo com as competências esperadas para atuação em Regime de Dedicação Plena e Integral:
? Protagonismo: promove o protagonismo juvenil, ajudando a formar pessoas autônomas, solidárias e competentes e sendo protagonista em sua própria atuação.
? Domínio do conhecimento e contextualização: possui domínio de sua área de conhecimento, sendo capaz de comunicá-la e contextualizá-la, relacionando-a com a realidade do aluno, à prática, às disciplinas da Base Nacional Comum, à parte diversificada, às atividades complementares e aos Projetos de Vida.
? Disposição ao autodesenvolvimento contínuo: busca continuamente aprender e se desenvolver como pessoa e profissional, apresentando predisposição para reavaliar suas práticas, tecnologias, ferramentas e formas de pensar.
? Relacionamento e corresponsabilidade: desenvolve relacionamentos positivos com alunos, professores, funcionários, direção, pais e responsáveis e atua de forma corresponsável tendo em vista o desenvolvimento dos alunos e profissionais da escola.
? Solução e criatividade: tem visão crítica e foca em solucionar os problemas que identifica, criando caminhos alternativos sempre que necessário.

? Prazo: 24/11/2014

4.4. Alocação dos candidatos nas vagas:
? Prazo: 27/11/2014
? Local: Diretoria de Ensino – Região de São José do Rio Preto.

5) PRIORIDADE NO PROCESSO DE CREDENCIAMENTO: conferida aos servidores que se encontravam em efetivo exercício na unidade escolar no momento da adesão formal da escola ao Programa Ensino Integral em 2014, sendo válida somente para as vagas nas escolas que iniciam sua participação no Programa Ensino Integral em 2015.
? Os servidores da unidade escolar indicados com prioridade deverão participar de todas as fases do processo de credenciamento e serão classificados em faixa de classificação prevalecente à dos candidatos de outras unidades escolares para preenchimento das vagas da respectiva escola.

6) DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS que deverão ser apresentados pelo candidato no momento da entrevista:
? RG/CPF.
? Atestado de Frequência (AF) dos últimos três anos, considerado até 31/09/2014 ( Este documento deverá ser solicitado na escola sede do cargo ou função).
? Documentos que comprovem as informações de titulação/formação fornecidas na etapa de inscrição.
Caso não se comprove algum dado ou informação prestada no momento da inscrição, o candidato não será credenciado para atuar no Programa Ensino Integral.

COMUNICADO


A atribuição de classe/aulas 2014 será na Diretoria de Ensino as 3ª feiras nos seguintes horários:

8h30 – Titulares de Cargo e Prof. Categoria F
10h30 – Prof. Categoria O e Candidatos qualificados ( alunos e bacharéis)

 

CURSOS TECNOLOGIA EDUCACIONAL **para o 2º semestre/2014**

Estão abertas as inscrições para os cursos Tecnologia Educacional para o ano de 2014.

Intel Educar – Fundamentos Básicos
Pilares da Educação Digital – Microsoft
FormAção pela Escola
Proinfo Integrado


Os cursos possuem foco teórico, pedagógico e filosófico onde os participantes poderão usufruir de conteúdos voltados para a relação entre o docente e a informação que é encontrada nos meios digitais. Para fazer inscrição baixe as fichas, preencha e envie para o email da Diretoria de Ensino: desjr@see.sp.gov.br



 



 

 

Ficha de Inscrição - Curso Intel Educar - Fundamentos Básicos - 2014download da ficha de inscrição

Ficha de Inscrição - Curso Pilares da Educação Digital - 2014download da ficha de inscrição

Ficha de Inscrição - Programa Proinfo Integrado - 2014download da ficha de inscrição

Ficha de Inscrição - Programa FormAção pela Escola - 2014download da ficha de inscrição

Classificação Geral - Concurso PEB II - São José do Rio Preto veja classificação

Edital de Convocação para Sessão de Escolha - Agente de Organização Escolar veja edital

Comunicado Credenciamento Educação nas Prisões 2014 veja comunicado

Comunicado Credenciamento Centro de Estudos de Línguas CEL 2014 veja comunicado

Comunicado Credenciamento Oficinas Curriculares ETI 2014 veja comunicado

Comunicado Credenciamento Professor Mediador 2014 veja comunicado

Comunicado Credenciamento Fundação Casa 2014 veja comunicado

Comunicado Credenciamento Sala de Leitura 2014 veja comunicado

Cartaz Informativo - Escola deTempo Integral veja cartaz informativo

Sessão de Escolha - Agente de Organização Escolar veja edital

Programa Cultura e Currículo - Outubro/2013 veja cronograma

Programa Cultura e Currículo Bosque - Outubro/2013 veja cronograma

Programa Cultura e Currículo Sesc - Outubro/2013 veja cronograma

Sessão de Atribuição - Res. 88/2011 - Supervisor e Diretor veja edital

Programa Cultura e Currículo - Setembro/2013 veja cronograma

Classificação Resolução 88/2011 - Diretor (pós recurso) veja classificação pós recurso

Classificação Resolução 88/2011 - Supervisor (pós recurso) veja classificação pós recurso

Classificação Resolução 88/2011 - Supervisor veja classificação

Classificação Resolução 88/2011 - Diretor veja classificação

Cadastro Emergencial 2013/2014 veja comunicado

Inscrição Resolução 88/2011 - Substituição Suporte Pedagógico veja edital

Programa Cultura e Currículo - Agosto 2013 veja cronograma

Classificação Cadastro Emergencial 2013 veja classificação

Processo Seletivo - Programa Acessa Escola 2013 veja edital

Ficha de Inscrição - Proinfo faça download

Ficha de Inscrição - FormAção pela Escola faça download

Ficha de Inscrição - Curso Intel Educar faça download

Comunicado Cursos de Tecnologia Educacional veja comunicado

 

 

 

Acessa Escola

 

Plano de Gestão - Unidades Escolares

 

São Paulo faz escola

 

Secretaria da Educação

- http://desjriopreto.edunet.sp.gov.br -